Posts com a Tag “bebê”

17/jul

15 ensinamentos da Pedagogia Montessori para os pais

em Sonho Mágico

A linha pedagógica montessoriana, proposta pela médica e pedagoga italiana Maria Montessori (1870-1952), foi uma das primeiras a inserir questões afetivas na educação. No Brasil, somente no final dos anos 80 este método começou a se popularizar.
Maria Montessori elaborou uma teoria científica do desenvolvimento infantil pautada em um ensino ativo, no qual a criança cria um senso de responsabilidade a partir de seu próprio aprendizado. Aqui, a palavra-chave é autonomia.

Pedagogia Montessori

  • Maria Montessori foi a primeira mulher italiana a se formar em medicina, ela dizia que o ambiente precisa ser rico em estímulos que despertem o interesse para a atividade e convidem a criança a conduzir suas próprias experiências. A pedagogia montessoriana acredita que a concentração e o desenvolvimento infantil acontecem através da manipulação de objetos. Na sala de aula, tudo deve estar à altura das mãos das crianças e o professor é considerado um guia para o aprendizado.
  • 1. Crianças aprendem com aquilo que está a seu redor.
  • 2. Se você critica muito uma criança, ela aprenderá a julgar.
  • 3. Se você elogia uma criança com frequência, ela aprenderá a valorizar.
  • 4. Se a criança é tratada com hostilidade, ela aprenderá a brigar.
  • 5. Se você for justo com a criança, ela aprenderá a ser justa.
  • 6. Se você frequentemente ridicularizar a criança, ela se transformará em uma pessoa tímida.
  • 7. Se a criança cresce sentindo-se segura, aprenderá a confiar nos outros.
  • 8. Se você denigre a criança com frequência, ela desenvolverá um sentimento de culpa que não é saudável.
  • 9. Se as ideias da criança são aceitas regularmente, ela aprenderá a se sentir bem consigo mesma.
  • 10. Se você for condescendente com a criança, ela aprenderá a ser paciente.
  • 11. Se você elogia o que a criança faz, ela conquistará autoconfiança.
  • 12. Se a criança vive em uma atmosfera amigável, sentindo-se necessária, aprenderá a encontrar o amor no mundo.
  • 13. Não fale mal de seu filho ou filha, nem quando ele ou ela estiver por perto, nem se estiver longe.
  • 14. Concentre-se em desenvolver o lado bom da criança, de maneira que não sobre espaço para o lado mau.
  • 15. Escute sempre a seu filho e o responda quando ele quiser fazer uma pergunta ou comentário.

 

Fonte: https://catraquinha.catracalivre.com.br

MAIS SOBRE: , , , ,


COMPARTILHE
COMENTÁRIOS!
19/ago

Dez coisas sobre os bebês que você nem imaginava

em Sonho Mágico

Recem Nascido

A barriga nem apareceu, mas a expectativa já existe. Como será meu bebê? Qual a cor dos olhos? Vai parecer mais com o pai ou a mãe? São inúmeras as dúvidas e imaginações acerca do filho a caminho, que surgem quando se está grávida. Além de algumas diferenças do que foi idealizado, dependendo da posição do bebê no útero, do perfil genético e até do tipo de parto, os recém-nascidos apresentam algumas características próprias que algumas mães não esperavam. Mas, não se preocupe, veja a lista com as dez mais comuns, e quando elas somem:

 

1 Cabeça alongada e rosto amassada

Ao nascer, os ossos cranianos do bebê são moles para permitir que a cabeça passe pelo canal vaginal. Quando o crânio é comprimido, esses ossos se amoldam e a cabeça pode assumir uma forma mais alongada e pontuda e o rosto ficar um pouco amassado. É normal. Isso acontece principalmente naqueles que nascem de parto natural, mas também em alguns casos de cesárea, quando o bebê está com a cabeça para baixo no útero. Esta deformidade não dura muito, e em poucos dias o formato volta ao normal.

2 Moleiras

Todos os bebês nascem com duas moleiras – chamadas pelos médicos de fontanelas –, espaços macios que separam os ossos do crânio e servem para facilitar a passagem do bebê pelo canal vaginal e permitem o crescimento adequado dos ossos da cabeça. A que fica na parte superior se fecha em torno de 12 a 18 meses, e a da parte traseira aos 2 a 3 meses de vida.

3 Vérnix

O recém-nascido nasce coberto por um material esbranquiçado e gorduroso denominado vérnix caseosa. Ele ajuda a diminuir o atrito, facilitando a saída do bebê através do canal do parto, e também funciona como uma barreira de proteção contra bactérias e fungos. O vérnix sai espontaneamente nas primeiras semanas de vida e não precisa ser retirado com esponja, nem passar cremes hidratantes ou óleos.

4 Mãos e pés azulados

Os bebês podem apresentar uma coloração azulada simétrica nos lábios, mãos e pés, que se chama acrocianose. Isso ocorre porque os vasos sanguíneos reagem exageradamente ao frio e ficam dilatados, adquirindo essa coloração – que melhora com o simples aquecimento do corpo do bebê.

5 Unhas compridas

As unhas das mãos e dos pés começam a se formar por volta da 12ª semana e, desde então, elas crescem semanalmente até atingir a ponta dos dedos por volta de 37 semanas. O bebê que nasce a partir de 38 semanas muito provavelmente terá as unhas mais compridas, que podem ser cortadas na maternidade para evitar arranhões.

6 Edemas nas mamas

Muitos bebês nascem com as mamas inchadas e, algumas vezes, ocorre a saída de leite, tanto em meninas quanto em meninos. Isto é devido à passagem dos hormônios maternos para o sangue do bebê, que estimula a produção de leite. Nunca esprema ou aperte para evitar irritações, ou até mesmo infecções. Elas desincham em torno dos primeiros 7 a 10 dias de vida.

7 Genitais inchados

Da mesma forma que as mamas, os genitais também podem ficar inchados, e as meninas também podem apresentar um pequeno sangramento vaginal, justamente por causa da passagem dos hormônios maternos para o sangue do bebê. Tudo volta ao normal em 7 a 10 dias de vida.

8 Cordão umbilical preso

O cordão umbilical, que unia o bebê à mãe na fase intra-uterina, é fechado logo após o nascimento com um “grampo” de plástico. Logo em seguida, ele é cortado, mas se deixa um pequeno pedaço, que gradualmente vai ressecando, até cair espontaneamente por volta de 7 a 10 dias de vida. No local, só ficará um sinal, que é o umbigo. É muito importante manter esse coto umbilical bem limpo – com cotonete embebido em álcool um a duas vezes por dia – até a sua queda completa.

9 Manchas na pele

Os bebês podem apresentar alguns cravinhos, conhecidos como miliária rubra, que aparecem principalmente na ponta do nariz e no queixo, causados pela secreções das glândulas sebáceas da pele. Eles desaparecem em 2 ou 3 semanas.

10 Pelos finos nas costas e ombros

Alguns bebês nascem com lanugem, que é uma camada de pelos finos que são produzidos no final da gravidez, e ficam principalmente nos ombros e nas costas. Eles caem logo após o nascimento ou, no máximo, em algumas semanas de vida.

Consultoria:

Elisabeth Fernandes, mãe de Júlia e Luisa, é pediatra geral e médica preceptora de pediatria da Faculdade de Medicina do ABC, draelisabethfernandes.com.br; tel.: (11) 2786-4299

 

Fonte: http://www.paisefilhos.com.br/recem-nascido

MAIS SOBRE: , , , , , , , , , , , ,


COMPARTILHE
COMENTÁRIOS!