20/jan

Você sabia que o peito funciona como uma fabrica? O leitinho é produzido conforme o bebê mama

em Sonho Mágico


Amamentar

Logo após a descida do leite, o volume produzido tende a ser maior do que o necessário para o bebê, devido ao elevado nível de prolactina no sangue. O acúmulo de leite no interior da mama inicia o sistema de regulação no nível da célula alveolar, com o objetivo de ajustar a produção de leite às necessidades da criança.

Produção de leite materno

Esse sistema de regulação é formado pelos peptídeos supressores presentes no leite. É um mecanismo de proteção da própria mama contra os efeitos possivelmente danosos de seu enchimento em exagero. Este mecanismo age bloqueando a ação da prolactina na célula alveolar. Se a mama não for esvaziada, ocorre o acúmulo desses peptídeos supressores e a produção cessa, mas se o leite é removido por sucção ou expressão, os peptídeos supressores são removidos e a mama volta a produzir leite.

Esse mecanismo permite que a produção do leite seja determinada pela demanda da criança. É importante, pois, entender que a mama precisa ser esvaziada para continuar a produzir leite. A sucção do bebê e o esvaziamento da mama são os controles da produção de leite.

No período neonatal os reflexos primitivos de alimentação desempenham um papel principal na alimentação, de uma forma integrada e na sequência a seguir.  A remoção do leite requer, portanto:

– Boa abertura da boca;
– Posicionamento dos lábios para fora;
– Movimento e colocação da língua;
– Compressão do seio pela mandíbula do bebê.

Embora aprender a mamar comece logo após o nascimento, através dos reflexos que permitem pegar e sugar o seio, os reflexos de alimentação devem ser estimulados para que o aprendizado continue. O bebê que é forçado a se posicionar durante a pega pode ainda abrir a boca e procurar o seio, mas terá prejudicados o movimento e a colocação da língua, refletindo-se em perturbação do seu reflexo de extrusão.

Quando a pega é correta, vemos:

– A boca do bebê bem aberta;
– O queixo do bebê encostado no peito da mãe;
– O lábio inferior do bebê virado para fora;
– Mais aréola acima da boca do que abaixo.

Para conseguir a pega correta, a mamãe aprende a posicionar o bebê e este aprende a pegar o seio, usando seus reflexos de alimentação.

Fonte:http://blogdalo.com.br/producao-de-leite/


COMPARTILHE
COMENTÁRIOS!

POSTS RELACIONADOS:

A fase dos “por quês” chegou em sua casa?
Confissão de Mamãe
Estrias durante a gravidez

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *