19/set

Um passo da gravidez!

em Sonho Mágico

10h

O período fértil da mulher tem como duração, de três a quatro dias antes da ovulação (quando o ovário expeli um óvulo) até três dias após a mesma. A razão disto é que os espermatozóides podem sobreviver até 72 horas dentro do organismo feminino e o óvulo até 48 horas depois da ovulação (em casos excepcionais até 72 horas), a menos que ele seja fecundado, é claro.

Para a mulher, principalmente a que tem um ciclo irregular, a melhor maneira de determinar o período fértil, é prestar atenção nas mudanças físicas e hormonais do corpo, que acontecem a cada mês, e se familiarizar com os sinais que a ovulação apresenta.

Vejamos agora, as mudanças mais acentuadas que ocorrem durante o ciclo menstrual e quais os métodos de controle que você pode utilizar para detectar o seu período fértil:
Controle do Muco Cervical (Método de Billings)

Existem vários tipos de secreções vaginais, uma delas é o muco cervical, uma secreção natural da mulher que se modifica durante o ciclo menstrual, em termos de volume, textura e aparência, dando pistas sobre a fertilidade da mulher.
O papel fundamental deste muco, durante a época fértil, é nutrir, proteger e ajudar os espermatozóides a chegarem a seu destino, ou seja, percorrerem o útero e penetrarem nas trompas para irem de encontro ao óvulo.
Fase pré-ovulatória (período “seco”):
Logo após o final da menstruação, devido aos baixos níveis de estrógeno e progesterona, algumas mulheres não são férteis, pois não secretam muco, ou secretam muito pouco, que nesta fase se encontra grosso, opaco (branco ou amarelo), pastoso e se quebra quando esticado. Quando a mulher tem um ciclo menstrual muito curto, o período “seco” é ausente ou reduzido em dias.

Fase ovulatória (período fértil):
À medida em que a ovulação se aproxima, as criptas cervicais começam a produzir uma maior quantidade de muco, que a cada dia que passa, vai ficando mais fino, líquido, leitoso e escorregadio. Isso ocorre em razão do aumento da produção de estrógeno, e a mulher já pode notar uma sensação de umidade (sinal de fertilidade). No período onde é mais fácil engravidar, o muco fica transparente, claro, escorregadio e elástico quando em contato com os dedos, indicando que a ovulação está por vir. Quanto mais elástico o muco estiver, mais fértil a mulher estará. O dia do ápice da elasticidade do muco corresponde ao pico da secreção de estrógeno e, fisiologicamente, antecede a ovulação por não mais que três dias. Muitas mulheres comparam o muco desta fase com a clara de ovo, porém ele pode ser amarelado ou avermelhado.

Fase pós-ovulatória (período “seco”):
Aproximadamente quatro dias após o dia do ápice da elasticidade do muco, e devido ao aumento dos níveis de progesterona e diminuição de estrógeno, o muco diminui, volta a ser opaco e perde a elasticidade. Este período já não é mais fértil e a mulher entra no período “seco” pós-ovulatório, que vai até o final do ciclo menstrual.

Como verificar as características do muco: Observe o muco todos os dias, introduzindo os dedos polegar e indicador na vagina. Depois separe os dedos a fim de verificar o aspecto do muco e sua elasticidade, que pode atingir uma distensão de 15 a 20 mm no dia do ápice.

Pontos importantes:

– A eficácia deste método de controle, quando utilizado corretamente, é de 75% a 85%.

– O aspecto do muco é muito mais importante que a quantidade. Isto é, o que mais interessa é sua aparência e textura.

– Se você estiver com algum corrimento vaginal, provocado por infecções no local, você pode se confundir, levando-a à uma interpretação errada do muco. Portanto, este método não deve ser utilizado na presença de corrimentos.

– Um simples stress, viagens, atividades físicas em excesso, medicações, alterações hormonais, cistos de ovário e muitos outros fatores, podem alterar a data da sua menstruação, da sua ovulação, assim como do seu período fértil.

– Se você estiver com alguma dúvida quanto a utilização deste método de controle, não deixe de pedir orientações ao seu médico ou a um profissional de saúde.

Controle da Temperatura basal

Após a ovulação, que ocore aproximadamente 14 dias antes da próxima menstruação, a temperatura basal da mulher pode aumentar em torno de 0,3 a 0,4 grau, e segue alta até o início da próxima menstruação, e caso a mulher engravide, ela ficará elevada durante toda a gravidez. A elevação não pode ser sentida, a não ser que se utilize um termômetro para detectar esta tão desprezível diferença.
O aumento da temperatura é provocado pela produção de progesterona, que por sua vez, é estimulada pela liberação do óvulo.
A mulher estará na fase de maior fecundidade de um a dois dias antes da sua temperatura chegar ao nível mais alto.

imgperfert01

Os especialistas recomendam que se anote a temperatura todos os dias pela manhã (por isso o nome basal), antes de se levantar, e durante alguns meses, pois assim é possível descobrir um padrão e definir a provável data da ovulação.
A temperatura deve ser medida colocando-se sempre o mesmo termômetro na boca (ao invés das axilas), por três minutos.

Pontos importantes:

– A eficácia deste método de controle, quando utilizado corretamente, é de 80% a 90%.

– Este método de controle não deve ser utilizado na menarca (primeira menstruação), próximo à menopausa ou se você estiver doente, pois uma provável febre pode levar você a uma interpretação errada da sua temperatura.

– Um simples stress, viagens, atividades físicas em excesso, medicações, alterações hormonais, cistos de ovário e muitos outros fatores, podem alterar a data da sua menstruação, da sua ovulação, assim como a sua temperatura basal.

– Se você estiver com alguma dúvida quanto a utilização deste método de controle, não deixe de pedir orientações a seu médico ou a um profissional de saúde.

Fonte: Planeta Bebê


COMPARTILHE
COMENTÁRIOS!

POSTS RELACIONADOS:

Lidar com a timidez das crianças
Qual é a idade certa para começar com a disciplina?
A relação saudável entre avós e netos

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>